DestaqueNotícias Região

Duas técnicas de enfermagem são as primeiras vacinadas contra a Covid em Pedro Leopoldo

0

A Prefeita Eloísa Helena e a vice Ana Paula Santos acompanharam de perto a vacinação e se emocionaram diante do ato simbólico. Prefeita e vice garantem que o Município está preparado para vacinar toda a população à medida que as doses forem sendo enviadas pelo Ministério da Saúde

Uma expectativa gigante chegou ao fim na tarde de hoje em Pedro Leopoldo. Às 15 horas as duas primeiras pedroelopoldenses foram vacinadas contra o coronavírus no Centro Municipal de Imunização. As escolhidas para receberem as doses iniciais são Geruza dos Santos e Elza Hilário, técnicas de enfermagem que há mais de 30 anos são responsáveis por conduzir a vacinação no município.

Pedro Leopoldo está totalmente preparada para realizar as primeiras etapas da vacinação, já tendo disponíveis mais de 21 mil seringas e insumos, além de câmeras frias apropriadas, plano de contingência e técnicos já treinados. Esta fase inicial contemplará grupos prioritários, conforme indica a estratégia nacional. Pedro Leopoldo recebeu 39% da cota de doses disponíveis, ou seja, 417 doses, o que será suficiente para imunizar todos os profissionais de saúde que atuam na linha de frente e todos os idosos abrigados no Lar para Idosos Irmã Tereza (Laiite). Desta forma, a imunização de toda a primeira fase da vacinação dos grupos prioritários da cidade será realizada em três dias, terminando na quinta-feira, dia 21.

Nesta fase, o público-alvo será vacinado nos próprios locais de trabalho, ou seja, os técnicos responsáveis pelas aplicações irão até as unidades de saúde e até o Lar para Idosos realizar a vacinação contra a Covid-19. As novas etapas, em que outros grupos serão vacinados, serão informadas nas redes sociais da Prefeitura de Pedro Leopoldo, seguindo as orientações do Ministério da Saúde. “É um dos momentos mais aguardados por todos nós. Estou muito emocionada porque apesar de serem poucas doses, é um começo, e é isso que é importante. Nossa equipe de saúde está toda preparada e assim que as vacinas forem chegando nós iremos disponibilizá-las para a população. Em breve estaremos todos vacinados”, comemorou a Prefeita de Pedro Leopoldo, Eloísa Helena.

A vacina

De acordo com o Ministério da Saúde, o púbico-alvo para a primeira etapa de vacinação foi priorizado segundo critérios de exposição à infecção e maiores riscos para agravamento e óbito pela doença. Os imunizantes aprovados para uso emergencial no Brasil pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária é a CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan com o laboratório chinês Sinovac, e AstraZeneca, desenvolvida pela Universidade de Oxford com a Fiocruz. Inicialmente serão disponibilizadas 6 milhões de doses da vacina Coronavac e 2 milhões de doses da vacina de Oxford para o Brasil. O imunizante deverá ser aplicado em 2 doses contendo 0,5 ml da vacina com um intervalo de 2 a 4 semanas entre as doses.

Comentários

Jornal Policial

Polícia fecha oficina e loja de peças de motos que vendiam produtos roubados, na Grande BH

Previous article

Crimes contra a Humanidade.

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *